***Esse post não foi patrocinado pela Airfrance. Esta é apenas uma avaliação pessoal.

Dizem que viajar em classe executiva é como comprar televisão grande: é difícil voltar a ter uma menor depois. No meu caso, terei que voar outras vezes em classe econômica, mas a oportunidade de ter voado na executiva da Airfrance foi uma ótima experiência.

Pra quem não sabe, a classe executiva (ou também chamada de business) é aquela que fica entre a primeira classe e a econômica. Nesta categoria, o nível de conforto é maior, o serviço é diferenciado e o passageiro tem direitos a alguns mimos.

Cada companhia aérea carrega sua identidade no que diz respeito a cada classe do avião e, por conta disso, este relato vai ser sobre como é voar com a Airfrance. Confesso que no ínicio foi um misto de animação com o medo de me sentir um “peixe fora d’água”, afinal seria a primeira vez voando de executiva. Mas, para minha surpresa, a experiência não poderia ter sido mais positiva. Um serviço de qualidade, sem arrogância e super confortável.

Detalhes do Voo: 

  • ✈️ Airfrance 777-200R
  • ✈️São Paulo (GRL) – Paris (CDG) -AF 0459
  • ✈️Classe Executiva- Assento 1E e 1 F
  • ✈️Horário de Partida: 21:05 / Horário de chegada: 11:20

Reserva

A princípio, meu assento seria o economy comfort mas, durante o check-in, recebi uma “promoção” para pagar a diferença e viajar na executiva. A “promoção” está entre aspas porque eles não colocam o valor de desconto que eu recebi, apenas mostram o novo valor.

Na hora é claro que bate uma indecisão, pois não sabemos se vale a pena ou não. Na ocasião, achei que fosse uma boa idéia fazer o investimento:  meu voo era longo (11 horas) e noturno. Eu tenho muita dificuldade em dormir no avião e esse seria o principal motivo para fazer o upgrade. Além do mais, fazendo a troca eu ganharia mais milhas no meu cartão fidelidade Flying Blue.

Check-in no aeroporto

Os clientes da classe executiva têm acesso a uma fila separada para o check-in, chamada de sky priority, o que tornou o processo extremamente rápido. Achei essa uma ótima vantagem, especialmente porque cheguei atrasada. Assim, não tive que enfrentar fila nenhuma e despachar a mala foi muito tranquilo.

Embarque

A entrada no avião se dá por duas portas diferentes. Os passageiros da executiva entram pela porta da frente da aeronave, enquanto os demais entram pela segunda. Como nós estávamos na primeira fileira (E1 e E2), pudemos acomodar nossas mochilas com calma, sem o trânsito de passageiro próximo dos nossos assentos.

O atendente de voo também se ofereceu para guardar nosso casaco em um armário e colocar a bagagem no bin (compartimento acima da cabeça), que também era exclusivo de cada poltrona. Além da mala com rodinhas e uma mochila, ainda sobrou espaço no meu compartimento.

Cabine e assentos

airfrance.com

A disposição dos assentos é 1-2-1 em formato herringbone (espinha de peixe), ou seja, as poltronas são dispostas na diagonal, mas todas com acesso direto ao corredor. Este tipo de disposição dá maior privacidade a todos os passageiros. No entanto, pra quem viaja acompanhado acaba ficando meio isolado da outra pessoa.

*Existe uma divisória removível entre uma poltrona e outra que é retirada quando você viaja acompanhado.

Em cima do meu assento tinha um cabide para o casaco, um amenity kit (bolsinha com artigos de higiene) e uma sacolinha com pantufas, máscara para dormir e meias. Tudo de qualidade mediana.

 

O travesseiro é maravilhoso e super confortável, feito de pena de ganso e na largura exata do assento. O corbertor também é de ótima qualidade, apesar de fino (eu sempre tenho muito frio quando viajo).

O espaço para os pés (footrest) é um pouco desconfortável. Ele tem um formato triangular e, na hora de dormir, o pé pode ficar um pouco apertado.

O espaço do assento é menor do que o de outras companhias aéreas, mas para o meu tamanho achei bem espaçoso. Acredito que uma pessoa alta e de ombros largos talvez tenha algumas limitações.

As poltronas são super confortáveis e reclinam 180 graus, movimento chamado de flatbed, que dá pra deixar como se fosse uma cama normal. A fivela do cinto de segurança também tem uma espuma mais fofa que protege durante o voo e incomoda menos.

Todos os assentos possuem uma mesinha/aparador fixo, com uma mesa dobrável dentro. Nesta também fica o painel de controle do assento, com funções de acender a luz, ir pra frente e pra trás, levantar e deitar.

 

Há também um compartimento  na altura do ombro, onde está pendurado o fone de ouvido e onde é possível armazenar alguns pertences. Na portinha deste compartimento também tinha um pequeno espelho.

Embaixo da mesa tem entrada USB e tomada. Assim, pude deixar carregando o Kindle e o iPhone ao mesmo tempo.

O fone de ouvido em especial tem um som excelente e, quando desligado fazia a função de noise cancelling, que bloqueia o som externo. É tão bom que, até na hora de dormir, algumas pessoas usam o dispositivo para não ouvir o barulho do avião.

Refeições

O maior diferencial dessa categoria é a forma como as refeições são servidas. A mesa é forrada com toalha branca e as bandejas são bem apresentáveis. Todas as bebidas são servidas em copos de vidro e as louças são de metal. Para cada prato, um conjunto novo de talheres.

Nós embarcamos às 21h  e, depois de cerca de meia hora, já foram servidos champanhe e água, acompanhados de umas entradinhas.

O jantar foi servido às 22h30,  sendo uma entrada, prato principal e sobremesa. Tudo especificado previamente no menu de bordo.

O comissário de bordo também oferece algum tempero que você queira para colocar na hora, como a pimenta do reino, por exemplo. Na Europa, já percebi que isso é bastante comum, até mais do que no Brasil.

Às 6:30  foi servido o café da manhã, que poderia ser panqueca ou omelete. Eu escolhi omelete, que veio acompanhado com iogurte grego, salada de frutas, pãozinho quentinho e croissant.

Durante a noite ainda tem um bar para quem quiser pegar bebidas e snacks.

Entretenimento a bordo

Existem diversas opções de entretenimento: filmes, séries, programas de tv, música, jogos e chat. Na opção “my flight”, dá pra acompanhar o trajeto da aeronave, tempo de voo restante e outras informações.

Pra minha surpresa, não achei nenhum filme moderno e legal. Por outro lado, tinha uma grande seleção de filmes franceses. Eu assisti ao ” Mr. & Mrs. Adelman”, que acabei amando. Para as pessoas que realmente se importam com a programação, sugiro levar o próprio ipad ou computador.

Nesse voo também não tinha Wi-Fi. Eu havia lido que, no final de 2017, o acesso já seria disponibilizado a bordo, mas não foi o caso desta aeronave.

A tela da tv é de 16” e é touchscreen, mas também responde ao comando de um joystick, na parede ao lado da poltrona. Se fosse necessário virar a tela na diagonal para assistir melhor, era só apertar um botão no canto esquerdo do painel. Bem prático.

Impressão geral

Foi uma experiência maravilhosa. Adorei ter viajado com a Airfrance e a classe executiva tem vários pontos positivos, como privacidade, espaço e conforto. O atendimento dos comissários também é excelente. Eles estão sempre sorrindo e fazendo com que você tenha a melhor experiência possível, ajudando com as malas, casaco e etc..

Tanto a decolagem quanto o pouso foram super suaves e rápidos. Sem demora pra entrar ou sair do avião.

A comida é boa e sem muita frescura. Ponto positivo para a apresentação da comida, os talheres de inox e o espaço. Como é bom comer assim! Adorei a variedade de bebidas, com carta de vinho e o drink favorito do Dani (meu marido), o Gin Tônica.

O melhor da minha experiência foi ter dormido bem. Foram quase 7 horas de sono e, quando acordei, estava completamente descansada, de bom humor e sem sensação de estômago pesado que tenho quando viajo de avião. Isto me permitiu chegar bem em Copenhague e ter um dia normal de trabalho.

Eu saí com uma impressão muito boa e, apesar de ser uma passagem cara, achei que foi um bom investimento.

Independentemente de ser econômica, economy premium, executiva ou primeira classe, espero apenas que as viagens não parem e eu possa sempre trazer mais informações pro blog.

Espero que tenham gostado dessa avaliação 🙂

Juliana Proença