Não importa quantas viagens nós tenhamos feito durante a vida, a de lua de mel é uma das que ficarão guardadas pra sempre na memória. Para isso, é necessário bastante estudo sobre lugares, o que seu bolso comporta e o estilo que gostaria de seguir.

Já pensou em visitar uma cidade super badalada, como Nova York? Ou curtir um friozinho de 0ºC nas montanhas da Patagônia? E uma praia com altas temperaturas para relaxar ao som do mar de Punta Cana? Tudo isso deve ser pensado com muito carinho e atenção do casal!

Programar uma viagem de lua de mel não é tarefa fácil, mas todo investimento do casamento não se compara com o valor de poder curtir o clima de romance e descanso a dois.

Para isso, separei algumas opções de destinos incríveis que, com toda certeza, vocês não irão se arrepender!

Para casais praianos

Fernando de Noronha (Pernambuco/Brasil)

É uma ótima oportunidade para quem quer conhecer um destino único sem ter que ir muito longe ou tirar passaporte. Algumas pessoas procuram destinos fora do Brasil por não fazerem ideia de que há um parque ambiental desta proporção tão próximo!

Os 7 mil km de praias paradisíacas, com presença constante de golfinhos e tartarugas, fazem com que o lugar se torne inesquecível. Vários turistas costumam dizer que Noronha tem uma energia maravilhosa e suas cores super intensas trazem paisagens indescritíveis. O ideal para o casal urbano poder se desligar do estresse da cidade e se renovar, é deixar os compromissos, internet e celulares de lado.

Quando ir:  a ilha atende melhor os surfistas na época de janeiro e fevereiro, onde o oceano costuma estar mais agitado, e, aos mergulhadores, no período de setembro e outubro, pois o mar tende a virar uma verdadeira piscina! Mas para aqueles que desejam somente curtir um solzinho, ficar relaxando na areia, qualquer época é válida!

OBS: Se preferir conhecer na época de temporada (dezembro, janeiro e fevereiro), é melhor realizar a reserva bem antes, pois a ilha costuma ser bastante agitada!

Onde ficar: pousadas no centro, na Vila dos Remédios, é uma boa pedida devido à facilidade de locomoção.


Punta Cana (República Dominicana)

Uma opção incrível que o Caribe nos oferece, muitas vezes com preços mais competitivos do que viajar dentro do próprio Brasil! Esse é um paraíso extremamente procurado para quem busca descanso, sossego, calor e romantismo (até porque há relatos de não ser comum ver muitos solteiros na ilha). O mar na cor turquesa, com areia branca, uma paisagem repleta de coqueiros e hotéis suntuosos tornam o destino muito concorrido. A riqueza da vida marinha local também é outro atrativo, com programas que envolvem o contato mais próximo com este ambiente natural.

Quando ir: o sol brilha o ano todo em altas temperaturas, mas, os meses de agosto a novembro são períodos típicos para a ocorrência de furacões. Portanto, tente planejar sua viagem entre janeiro e maio. As chuvas são diárias, mas não interferem no roteiro, pois acontecem por volta das 5h da manhã.

Onde ficar: como a cidade em si não tem infraestrutura turística, o importante é investir em um bom resort que irá te oferecer todas as mordomias e passeios.

Ilhas Seychelles (África do Sul)

Quem escuta falar sobre lua de mel no continente africano, já imagina um destino super selvagem em safáris. Mas não! Em vários guias você encontrará lugares na África como uma excelente opção de destino para quem ama praias paradisíacas. É claro que devido à proximidade com o continente, dá até pra dividir o roteiro e ficar parte no safári e parte em um resort pé na areia. 

Formado por 115 ilhas bem pequenas (tanto que nem todas aparecem no mapa-múndi) e com temperaturas médias de 28ºC o ano todo, a beleza deste destino é marcada pelo mar calmo, morno e de águas transparentes. Para percorrer as ilhas, é necessário um passeio de barco e o tempo varia de ilha para ilha (geralmente de 15 minutos a 1 hora). O aeroporto internacional fica localizado na principal ilha de Seychelles, chamada Mahé.

OBS: A comunicação com moradores é um fator complicado para os turistas, pois a maioria utiliza a língua criole (junção de inglês com francês), mas nos hotéis e locais de turismo é possível se comunicar em inglês.

Quando ir:  com clima tropical úmido, a época mais quente (porém chuvosa) está entre dezembro e abril. O período mais apropriado para conhecer as Ilhas Seychelles pode ser de maio a novembro, quando há menor incidência de chuva e o calor ainda está bem presente.

Onde ficar:


Laranja: Zanzibar, amarelo: Ilhas Maurício, verde: Seychelles.

Ilhas Maurício

Próximo à Seychelles e também bem parecida, a ilha pode ser mais vantajosa em questões de custo-benefício. Há inúmeros hotéis a preços acessíveis e a qualidade das praias continuam a mesma, com águas cristalinas e areia bem branca.  Além de ser considerada, por quem já visitou, um modelo de paz para o mundo em relação a segurança e simpatia da população, pode ser o lugar ideal para quem deseja relaxar e curtir uma lua de mel tranquila!

Quando ir:  esta também é uma opção de lugar com sol o ano todo. Os meses de setembro a abril costumam atingir temperaturas de 35º C. O restante dos meses não são indicados para turismo, por conta da possibilidade de ciclones e ventos muito fortes.

Onde ficar:

Mykonos (Grécia)

Considerada uma das ilhas mais famosas e novas da Grécia (descoberta em 1950), sua paisagem é composta por praias belíssimas.

Com sua área de 86 km², Mykonos pode ser o destino ideal para quem gosta de conhecer cidades rústicas, com ruas estreitas e muito agito (mesmo havendo vários cantos e praias tranquilas para passeios mais reservados)!

Quando ir: o período ideal para aproveitar os banhos de mar é de março até outubro, quando ocorre a primavera e o verão. A estação mais quente do ano atinge temperaturas acima dos 30º C e também é bem seca. Já na primavera, o clima fica mais ameno, quando os termômetros registram entre 22º C e 24º C.

Onde ficar:

OBS: Outra alternativa de viagem na Grécia é Cefalônia (confira meu guia completo da ilha aqui), meu destino de férias em 2017. Menos badalado, mas tão linda quanto Mykonos!

Ilhas Phi Phi  (Tailândia)

O destino é um conjunto de seis ilhas paradisíacas localizadas na Tailândia. A maior delas, Koh Phi Phi Don, é a única ilha habitada e comercializada, o que a torna a mais importante. Podemos considerar que o turismo da região está em crescimento e é um lugar que atende praticamente todo tipo de público: baladeiros, aventureiros (ótimo destino para mergulhos) e praieiros. Por lá, é fácil de encontrar mordomia e sossego, principalmente para os que ficam em resorts.

Os preços na Tailândia são super favoráveis ao turismo e, apesar de Phi Phi não estar entre as praias mais baratas do país, ainda assim é um destino imperdível e que dá pra se aproveitar muito quando comparado a outros para passar a lua de mel. Vale muito a pena conhecer! 

Nessa viagem dá pra incluir outros destinos maravilhosos no roteiro, como Bangkok (a capital), Koh Samui, Koh Lipe, Koh Lanta, Koh Phangan e outras… (Leia meu guia sobre o que você precisa saber antes de viajar para a Tailândia)

Quando ir: no período de alta temporada, quando é mais quente e seco, de novembro a março. (Confira minha experiência nesse post)

Onde ficar:

Para casais aventureiros

Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um destino perfeito para quem deseja visitar locais que nem imaginou que pudesse percorrer! Alguns lugares com certeza farão você se sentir em outro planeta e as atividades super radicais farão os casais aventureiros pirarem! Em Rotorua, por exemplo, você poderá ver de perto piscinas naturais coloridas e lama borbulhante!

Devido à sua localização isolada (2 mil km da Austrália e vizinhos de Fuji, Tonga e Nova Caledônia), o país tem fauna distinta dos demais. Além disso, a gastronomia com frutos do mar e o contato com a cultura maori são experiências excepcionais!  O destino está bem em alta para os viajantes e, ao invés de ficar em apenas uma cidade, alugar um carro e explorar rotas diferentes é super recomendado. 

Quando ir: o período mais viável para ir é de setembro (primavera) a maio (final do outono), quando os dias são mais longos e o clima mais ameno (as temperaturas durante esse período podem chegar na casa dos 30º C, mas a maioria dos dias fica em torno dos 20º C).

Onde ficar: há lugares maravilhosos, tanto no norte quanto ao sul da ilha. Encontre opções de hotéis clicando no link de cada cidade…

Auckland,  QueenstownRotoruaNelsonLake TekapoWaikanae

Mesmo para quem não fala inglês, assista esse vídeo para sentir o clima do lugar:

Patagônia (Argentina/Chile)

Sem ter que atravessar o mundo, a Patagônia está a pouco mais de 4 horas de voo do Brasil. Um lugar incrível com presença de pinguins, orcas, leões-marinhos, lagos congelados e grandes geleiras. Se você quer viajar pouco para se surpreender muito, a Patagônia é seu destino. Em alguns pontos, a temperatura não é das mais frias que podemos encontrar (a temperatura média anual gira em torno de 4º C. Porém, quanto mais ao sul, maior é o frio).

A Patagônia foi considerada um dos lugares mais lindos do mundo!

Quando ir: para quem deseja realizar muitos passeios que o lugar oferece, não é aconselhável ir durante o inverno ou épocas muito frias (entre abril e setembro), pois além do dia ser curtíssimo (amanhece lá pelas 9h e anoitece antes das 17h), a neve dificulta o acesso a muitos locais e atrações.

Onde ficar: 

Patagônia Argentina – Ushuaia:

Patagônia Chilena – Torres del Paine:

  • Explora Patagonia (5 estrelas. Um dos hotéis mais lindos que já vi. Apesar de ser longe do aeroporto, inclui transfer do aeroporto)
    Patagonia Camp (Estou encantada com esse Camp/hotel !!!)
  • Hotel del Paine (3 estrelas. Mais simples mas não deixa de ser aconchegante) – O Aeroporto mais próximo é o Presidente Ibañez, que fica a 4,8 km do hotel.

Islândia

Pouco conhecida pela maioria das pessoas, a Islândia é considerada uma das economias mais desenvolvidas do mundo (uma das nações mais ricas, com tecnologia avançada e segurança extremamente efetiva). Com cenários extraordinários, o país aparenta ser perfeito para quem procura relaxar nos SPAs naturais, como a Lagoa Azul, famosa por seus poderes terapêuticos e outras inúmeras fontes de águas termais espalhadas pela ilha. Os aventureiros deliram com a presença de vulcões ativos, geleiras que cobrem cerca de 13% do país e a Aurora Boreal (um fenômeno natural, composto de um brilho nos céus das regiões polares durante a noite, que é causado pelo impacto de partículas de vento solar com a alta atmosfera da Terra).

OBS: Em setembro/2018 irei para a Islândia, dando a volta na ilha em 10 dias. Inscreva-se no site para acompanhar essa viagem e no meu Instagram para atualizações diárias

Quando ir: a melhor época para aproveitar é no verão (junho a setembro), pois o sol se põe depois da meia-noite e as temperaturas são mais agradáveis (em torno de 11º C).

Onde ficar: não dá pra ficar só em um lugar, uma vez que há atrativos extraordinários isolados em diferentes pontos da ilha. O melhor então seria viajar de carro, parando em um hotel diferente por dia. Para facilitar, há uma empresa que oferece o serviço e planeja todo o trajeto, hospedagem e atrações para o casal:

Guia para a Islândia: 10 dias com carro e hotéis inclusos


Amazonas (Manaus/Brasil)

Já parou para pensar que um destino super bacana pode estar pertinho de você? Pois bem, a Floresta Amazônica foi eleita uma das sete maravilhas da natureza e tem sido um destino super cobiçado ultimamente! Então, porque não indicá-la para lua de mel? Aos aventureiros, há opções de hotéis no meio da selva que permitem uma experiência incrível, ou, para os não tão radicais assim, a capital de Manaus tem muito para  explorar e se surpreender.

São vários fatores que tornam esse destino especial, como a culinária local, com especiarias típicas da região e frutas exóticas (lembrando do açaí e do guaraná), além do contato com a cultura indígena, cenários, fauna e flora diferentes do que estamos habituados.

Quando ir: para aproveitar os passeios de barco sem o risco das chuvas atrapalharem, e assim, ver florestas coloridas e vivas, o melhor período é na primavera, de junho a setembro. Já para aproveitar praias e mergulhos, outubro e novembro podem ser meses perfeitos!

Onde ficar: Há hotéis muito bem estruturados, mesmo estando no meio da selva amazônica.

Marrocos (Norte da África)

Com apenas 13km de distância da Europa, Marrocos te permite encontrar contrastes impressionantes. Há o famoso deserto do Saara (que ocupa 30% de todo território e possibilita o passeio em camelos), inúmeras praias, e também, acredite se quiser, picos nevados dos montes Atlas e cachoeiras!

Este destino tende a agradar, e muito, os casais que buscam uma lua de mel exótica. Sua culinária também é um ponto bem forte e está repleto de temperos incríveis! Mas não se esqueça: estará indo para uma cidade conservadora e mulheres devem tomar um pouco de cuidado com a forma de se vestir em respeito à cultura (não é necessário usar burcas, mas evite decotes e saias curtas).

Quando ir: no Marrocos, as estações do ano são bem definidas. No verão, a temperatura sobe, deixando o ambiente extremamente quente e, no inverno, além de ser bastante chuvoso, faz muito frio. Portanto, para poder aproveitar ao máximo todos os lugares que o país oferece com o clima mais ameno, os melhores períodos para ir são na primavera (março a maio) e no outono (setembro a novembro).

Onde ficar:

Marraquexe (ou Marrakech, em inglês):

Para casais baladeiros

Nova Iorque (New York – Estados Unidos)

Bom, para os casais que buscam ambientes agitados e noturnos, não há destino melhor do que NY. Sempre inovadora, a cidade oferece uma cartela enorme de cafés, restaurantes, museus, parques, teatros, cinemas e baladas! Dê preferência para visitar a praça mais famosa da “capital do mundo”, chamada Times Square, à noite. A área fica extremamente iluminada e torna-se um cenário perfeito para fotos. Além dela, não esqueça de conhecer a famosa avenida Broadway.

Quando ir: a cidade conta com inúmeras atrações em qualquer época do ano, portanto, só dependerá da vontade do casal. No verão, a temperatura chega atingir a casa dos 40ºC, porém, são enormes as chances de encontrar ar-condicionado em todos os lugares que for. No outono e na primavera, as temperaturas são mais agradáveis, e no inverno, costuma nevar bastante e a cidade tende a ficar mais barata que as demais épocas.

Onde ficar:

Opção de preço reduzido:

Opção sofisticada:

unsplash.com

Ibiza (Espanha)

Em uma das cidades mais antigas da Europa, você pode encontrar uma enorme quantidade de bares, restaurantes e baladas. Se o intuito é ir para um lugar com muita diversão e agito, este é o point. Apesar disso, é possível encontrar praias com mar cristalino, areias super brancas e até praias privadas, para curtir o romance de forma mais tranquila.

Quando ir: nos meses de julho e agosto, a ilha fica totalmente abarrotada de gente por ser o auge do calor e de festas. Por mais convidativo que seja este período, lembre-se que, quanto mais gente estiver na ilha, haverá mais trânsito e mais filas). Já em junho e setembro, é possível desfrutar as atrações com mais conforto, devido ao número de turistas ser menor. Nos demais meses, os dias são mais frios, o mar é bem gelado e a cidade tranquila (a ponto de muitos hotéis fecharem; por isso, consulte antes de ir).

Onde ficar: 

  • Opção de custo reduzido: Hotel Gran Sol (3 estrelas) ou Hotel Ses Figueres  (3 estrelas)
  • Opção sofisticada: Grand Hotel Palladium Santa Eulalia del Río (5 estrelas- ótimo custo-benefício) ou Aguas de Ibiza Lifestyle & Spa (5 estrelas)

Dubai (Emirados Árabes)

Dos sete Emirados que compõem os Emirados Árabes, Dubai é o mais populoso e muito conhecido como um exemplo de desenvolvimento econômico. Um ambiente perfeito para quem deseja conhecer uma cidade totalmente planejada, futurista, luxuosa ao extremo (acredite, até o café contém ouro em pó) e construções inacreditáveis.

Com costumes absurdamente diferentes dos nossos, o país mulçumano não permite ingerir bebida alcoólica em lugares públicos e mulheres ainda utilizam burcas. Mas, por ser uma cidade totalmente turística, é muito comum ver pessoas vestindo roupas comuns e leves. Para uma lua de mel, talvez não seja o melhor lugar por ser inadmissível qualquer ato de carinho, como beijos e abraços em público. Mas, apesar destes contratempos, com certeza você irá se maravilhar com tudo o que a cidade oferece.

Quando ir: bem, se você não deseja conhecer temperaturas que passam dos 41ºC, não pense em ir durante o verão (entre maio e setembro)! Prefira o período de inverno (de novembro a fevereiro), quando as temperaturas são mais parecidas com as que estamos acostumados (30ºC). Outro cuidado a ser tomado são os períodos de Ramadã, que mudam anualmente, e que acaba comprometendo o horário de funcionamento de alguns restaurantes e estabelecimentos. Importante fazer uma pesquisa antes da viagem. 

Onde ficar:

E aí, que estilo de casal você e seu par fazem?
Não deixe de comentar seu destino favorito!


Juliana

 

 

 

Foto da capa por Yoann Boyer on Unsplash.