Para inspirar as suas próximas férias (com emoção!), selecionei alguns dos melhores destinos de aventura na Europa.

Seja para liberar adrenalina, seja para fazer um turismo inusitado, atividades e esportes ao ar livre são uma ótima maneira de conhecer as belezas naturais de uma região.

Cenários completamente distintos de uma estação para a outra e novas modalidades esportivas fazem com que esses destinos turísticos estejam sempre se renovando.

 

Reykjavík (Islândia)

Não é sem motivo que a Islândia vem despontando como um dos principais destinos de aventura na Europa. Graças à curiosa formação geológica que deu origem à ilha – uma sucessão de erupções na dorsal mesoatlântica, uma cordilheira submarina -, atrações naturais extraordinárias são encontradas em todo o território.

Reykjavík, capital e maior cidade do pequeno país, serve como porta de entrada e base para fazer os passeios. É no interior que se pode mergulhar entre placas tectônicas, caminhar dentro de câmaras magmáticas, fazer rapel em cachoeiras, escalar no gelo de glaciares, andar de moto de neve, entre tantas outras atividades. De bônus, ainda dá para caçar a aurora boreal e contemplar o sol da meia noite.

 

O Kjeragbolten é dos grandes atrativos naturais perto de Stavanger, na Noruega, um dos melhores destinos de aventura na Europa

VisitNorway / Per Eide

Stavanger (Noruega)

Na Noruega, a universitária Stavanger é conhecida por seu colorido conjunto arquitetônico em madeira.

A nível mundial, é sua localização estratégica, próxima a importantes fiordes e outras paisagens cênicas, que a coloca no mapa.

É a partir daqui que se pode conhecer Lysefjord, um magnífico fiorde, onde as águas do mar adentram as montanhas.

Em meio a seus 42km de extensão, está o Preikestolen, uma imponente falésia, e o Kjeragbolten, uma rocha presa na fenda entre as montanhas.

E é claro que para chegar nesses mirantes naturais, só gastando energia.

 

 

 

 

Highlands (Escócia)

Na porção norte do território da Escócia estão as Highlands, as Terras Altas. O nome já soa místico, e vendo as paisagens ao vivo, se tem certeza que é.

Essa região se caracteriza por cenários cinematográficos: montanhas nevadas, lagos de diferentes cores, castelos imponentes e um céu constantemente enevoado.

O West Highland Way é a trilha mais popular na região escocesa das Highlands

VisitScotland / Kenny Lam

Para conhecer as Highlands, o mais indicado é organizar uma viagem de carro para poder parar e fotografar a cada momento. Nesse caso, os lugares de parada estratégica serão Inverness, Fort William e Ilha de Skye. Entre as atividades mais populares estão os trekkings em reservas naturais, as trilhas de mountain bike e as expedições de caiaque e canoagem pelos lagos.

O West Highland Way, um caminho de 155km, do norte de Glasgow até Fort William, é o percurso mais conhecido da região.

 

Chamonix-Mont-Blanc (França)

No miolo entre França, Itália e Suíça, surge o imponente Mont Blanc, a montanha mais alta da Europa Ocidental, com 4.810 metros de altitude. Aos pés desse gigante, o vilarejo francês Chamonix serve como principal porta de entrada para os ávidos amantes dos esportes de inverno.

O vilarejo francês de Chamonix tem um dos complexos invernais mais procurados da Europa

Sergii Gulenok, CC BY-NC 2.0

Os aventureiros também encontram outras possibilidades de programação, como visitar alguns glaciares, avistar os picos nevados a elevadas alturas e fazer trilhas na neve.

 

Interlaken (Suíça)

Os Alpes cortam o território da Suíça de leste a oeste, proporcionando belíssimos panoramas de montanhas com picos nevados. Essa é justamente a paisagem vista em Interlaken, a capital da aventura da Suíça, que está no meio de dois lagos, Thun e Brienz, e próxima a três picos, Eiger, Mönch e Jungfrau.

A beleza singular dos arredores de Interlaken faz deste um destino próprio para muitas atividades na natureza

Brian W. Tobin, CC BY-NC-ND 2.0

Não importa a época do ano, sempre existe o que fazer por aqui. Nos meses mais frios, a cidade é procurada para a prática de esportes de inverno, como esqui e snowboard, e, no verão, para trilhas, escaladas, rapel, paraquedismo e atividades aquáticas como rafting.

Os voos de parapente e asa delta são um dos destaques da região. Voar alto sobre os Alpes é, sem dúvida, uma experiência inigualável.

 

 

*Crédito da foto de capa: VisitChamonix