Barcelona é uma cidade tão estimulante que não tem como ficar sem ter o que fazer. Porém, pode acontecer de ter atividades demais e tempo de menos… Para garantir que você vai fazer a viagem dos seus sonhos, sem deixar nenhum atrativo ou experiência de lado, é bom já começar seu planejamento!

 

Sobre a cidade

Segunda maior cidade da Espanha, depois de Madrid, Barcelona tem 1.600 milhões de habitantes e está entre as capitais mais visitadas da Europa, logo atrás de Paris, Londres e Istambul.

E pra quem espera encontrar clima de cidade grande, logo se surpreende com as longas praias banhadas pelo Mediterrâneo e um grande número de parques urbanos que abrange mais de 10% do território da cidade. DE fato, Barcelona abriga o maior parque metropolitano do mundo, o Parc de Collserola.

Uma cidade global, com influências universais e que está sempre se reinventando, porém preservando acima de tudo a cultura e tradição local. No total são nove monumentos tombados pela UNESCO, vinte restaurantes estrelados pelo guia Michelin, dezenas de museus e casa de um dos maiores times de futebol do mundo, F.C.Barcelona.

Em resumo, não faltam opções de entretenimento e diversão na capital catalã.

 

Onde fica Barcelona

Localizada na costa nordeste da Península Ibérica, Barcelona é banhada pelo o Mar Mediterrâneo e está a menos de 200 km ao sul da fronteira com a França.

Grandes cidades como Paris e Roma também estão a menos de duas horas de voo de distância.

 

 

Como ir do aeroporto ao centro

A pouco mais de 10km do centro, está o Aeroporto de Barcelona El Prat. O nome se dá pela localização do bairro de El Prat e é conhecido pela sigla BCN.

O aeroporto possui dois terminais – o terminal 1 (T1)  e o Terminal 2 (T2) – separados por uma distância de aproximadamente 4 km. O percurso entre eles pode ser feito através de um ônibus circular gratuito. Mas para quem deseja fazer o trajeto aeroporto – centro, abaixo estão algumas opções:

  • Aerobus: com parada no terminal T1 e T2 do aeroporto, esta é a forma mais rápida de chegar ao centro da cidade, com parada em ambas Plaça de Catalunya e Plaça d’Espanya. Custo:  ‎€ 5,90
  • Táxi: a estação de táxi fica logo em frente aos terminais T1 e T2. Preços até o centro variam entre 30 e 35, dependendo do terminal, e demora por volta de 30 min.
  • Metrô:  opção mais barata porém a mais trabalhosa. Da linha L9 que abastece o aeroporto internacional, basta fazer baldeação para as linhas L1, L3 ou L5 para outras estações que o levarão até o centro. Custo aproximado: 4,90 (depende das zonas e da distância)
  • Trem: Barcelona Sants, Passeig de Gràcia e Clot estão entre as três estações mais populares na qual é possível chegar de trem. Nessas estações é possível também trocar para as estações de metrô que darão continuidade ao trajeto.

Para maiores informações, consulte essa página do site de turismo de Barcelona.

 

Idioma 

Espanhol e catalão são as duas línguas oficiais da comunidade autônoma da Catalunha. Ao contrário do que muitos pensam, o catalão não é um dialeto do espanhol, e sim um idioma único e independente.

Em fato, o catalão lembra mais o francês que o espanhol. Como na frase “Eu quero falar”, em catalão seria “Jo vull parlar” e em francês “Je veux parler”.

Nas escolas e escritórios, o catalão é dominante. Mas não se preocupe, as placas de sinalização e os informativos turísticos são bilíngues e no setor de Turismo, o inglês é comumente usado.

 

Moeda e câmbio

A moeda oficial do país é o euro.

Para uma viagem tranquila é recomendado que você tenha além de euro em espécie, tenha também cartões de crédito e travelers check. Algumas lojas menores e hostels aceitam apenas pagamento em dinheiro.

Porém, carregue apenas o suficiente para passar o dia. Um problema frequente na cidade de Barcelona é o de furto por batedores de carteira. Tenha apenas o necessário e distribua a quantia por diferentes bolsos.

Taxa de turismo: para todos os turistas que visitam Barcelona, uma taxa é cobrada até um período de 7 dias. O valor é de €2,25 por pessoa e por noite para hotéis 5 estrelas, cruzeiros e apartamento de aluguel. Para hotéis 4 estrelas, o valor é de €1,10 por pessoa e por noite, e para os demais estabelecimentos €0,65 por pessoa por noite.

 

Custos

Parte importante do planejamento de viagem é ter uma noção do quanto gastar. Aqui estão os mais importantes:

 

Hospedagem

$ – hostels, cama em dormitórios €16 – 27€, quartos privativos €70-€110.

Sugestões:

Sant Jordi Gracia
Jordi Sagrada Familia
Hostel One Sants
Rodamón Barcelona Hostel

 

 

 

 

$$ – hotéis de bom custo-benefício ou apartamentos simples (Airbnb) €90-180

Sugestões:

Musik Boutique Hotel 
Europark
Boutique Hotel H10 Catalunya Plaza
Ona Hotels Mosaic
Praktik Rambla

 

 

 

 

$$$ – hotéis boutique ou 4-5 estrelas em localizações privilegiadas – a partir de €200

Sugestões

Iberostar
Olivia Plaza Hotel
El Avenida Palace
Catalonia Catedral

 

 

 

 

Comida

$ –  café da manhã com café com leite e sanduíche  €3 – 7. Espresso: €1,50

$$ – menu do dia em restaurantes simples €8-13

$$ – o prato típico espanhol, tapas, varia entre €1 – €5, dependendo da localização turística. Cerveja: €2,50 à €4

$$$ – jantar em restaurante barato €10- 20

$$$$ – almoço em restaurantes renomados, a partir de €100

 

Atrações

$$ – Atrativos turísticos:

Casa Batlló: €24.50
La Sagrada Família: €15- €29
Museu Picasso: €12-€14
Park Guell: €7.50
Ônibus Turístico: €30
Museu F.C.Barcelona: €29
Walking tour: Grátis (mas é bom dar uma gorjeta)

 

Transporte

$ – passe individual do metrô €2,20

$$ – 10 passes de metrô €10,20

$$ Uber–  € 5-10 para percorrer entre as principais atrações centrais

 

Gorjeta

Mesmo não sendo obrigatória em nenhum estabelecimento ou serviço, é recomendado para os que desejam, um valor entre entre 5 e 10% do valor da conta.

Em hotéis, qualquer valor entre €2 e €5 já é uma forma de apreciação pelo serviço . E para as corridas de táxis, você pode apenas arredondar o valor da corrida para mais.

Quando ir

Devido à ótima localização geográfica, Barcelona tem uma temperatura média anual de 16°C aproximadamente. O verão, entre junho e agosto, pode ser bem quente e úmido com temperatura que pode passar os 29°C.

A melhor temporada para visita é, no entanto, entre os meses de setembro e novembro, na estação de outono. A cidade não está mais tão quente, porém dá pra aproveitar a praia.

 

Quanto tempo ficar

Com um oceano de atrações turísticas, museus, monumentos, daria para ficar facilmente mais de uma semana explorando o universo catalão. Aos que se limitam ao período de 3 ou 4 dias, como eu, posso dizer que dá pra se divertir e ter certa imersão cultural.

O ideal, para quem busca explorar bem a cidade é um mínimo de 5 dias ou uma semana. Visitar assim, além das obras de Gaudí, futebol e tapas, museus como o de Picasso, um show de flamenco e o monastério de Montserrat.

 

Eletricidade

As tomadas da Espanha são do tipo F, com voltagem de 220V e frequência de 50Hz.

Aparelhos do Brasil precisarão de adaptador e para alguns aparelhos, também de conversor.

 

 

 

Visto e Documentos

Não é necessário o visto para brasileiros desde que o período da viagem não exceda 90 dias. O passaporte deve ter validade mínima de 3 meses da data de entrada no país. Além disso é importante ter:

-Passagem de volta já comprada para o Brasil;

-Seguro viagem;

-Comprovante de acomodação;

-Se for ficar na casa de algum conhecido, ter em mãos também uma carta-convite;

-Comprovação de meios de subsistência

Planeje sua viagem com o MundoMio
Reserve seu hotel
Garanta seu seguro viagem
Alugue um carro
Garanta seu ingresso para atrações