A Islândia é um dos destinos mais desejados pelos viajantes que gostam de aventura e natureza. Desde a erupção do vulcão Eyjafjallajökull em 2010, o país tem atraído cada vez mais turistas.

Para se ter uma ideia, foram mais de 2.2 milhões de viajantes em 2017, um percentual 24% maior em relação ao ano anterior. Aliás, esse número é também a média de crescimento do turismo na ilha a cada ano, considerando o período entre 2010 e 2017.

Porém, uma das coisas que mais inibe os viajantes de se aventurar em um país como a Islândia é o investimento necessário. De acordo com a Numbeo, uma plataforma que compara custos em diferentes países, a Islândia é o terceiro país com o turismo mais caro do mundo.

 

Afinal, quanto custa viajar para a Islândia?

 

Moeda da Islândia

A moeda local da Islândia é o króna, ou krónur no plural, que significa “coroa” e tem sua origem relacionada a outras moedas nórdicas, como as coroas dinamarquesa, sueca e norueguesa.

Os valores são representados pelo código internacional ISK, vezes encontradas também pelo símbolo”Kr” junto aos preço. As notas são impressas em valores de 500, 1000, 2000, 5000 e  10000kr, e moedas nos valores de 1, 5, 10, 50 e 100kr.

Devido à baixa comercialização da coroa islandesa fora da Islândia, é raro achar bancos internacionais ou casas de câmbio que façam a troca dessa moeda. Por isso, o recomendado é fazer o câmbio na sua chegada ao país.

>> Dica: Lembre-se também de cambiar todos os krónur restantes no final da viagem antes de voltar para o seu país.

1= 139,00 ISK

R$1 = 31,00 ISK

Qual moeda levar para a Islândia?

Opte por levar euro ou dólar americano. Se você estiver viajando por outros países da Escandinávia, pode levar as coroas que tiver na carteira. Essas moedas são facilmente trocadas em qualquer casa de câmbio.

Os islandeses não são fãs de carregar dinheiro em espécie e costumam preferir pagamentos no cartão ou via aplicativo de celular. Se você for adepto do uso de cartão de crédito, ciente da taxa de 6,38% do IOF, recomendo usá-lo a todo momento pela praticidade que ele representa.

No meu caso, por exemplo, não usei dinheiro um única vez em 10 dias. Mesmo pequenos estabelecimentos e pedágios aceitam o uso de cartões.

Mas, por segurança, sempre tenha as duas formas a disposição.

 

Onde encontrar casas de câmbio na Islândia?

O lugar mais aconselhado para trocar dinheiro é diretamente nas agências bancárias do Central Bank of Iceland, de preferência no centro da cidade, onde as as taxas são relativamente melhores.

O horário de funcionamento dessas agências é de segunda à sexta 9h-16h. Nos finais de semana, os banco do centro da cidade estão fechados; a alternativa é trocar diretamente na agência dentro do aeroporto. Confira aqui a taxa de câmbio no site do Banco Central da Islândia.

 

 

Quanto custa uma passagem aérea para a Islândia?

Não existem voos diretos do Brasil para as terras nórdicas. No entanto, é possível fazer várias combinações de voos, sendo os mais baratos os que possuem um maior número de escalas, 2 ou 3, com valores entre  R$3.900 e R$5.000.

Viagens de no mínimo 17h, com apenas uma escala, custam entre R$4.100 e R$7.000, comprando com até 90 dias de antecedência.

O moderno Aeroporto de Keflavik (KEF), aberto 24h, é o aeroporto internacional da Islândia. Essas são as companhias aéreas que voam para lá:

  • Air Greenland
  • Delta
  • Jet2.com
  • Air Iceland Connect
  • Lufthansa
  • British Airways
  • Finnair
  • SAS
  • Iceland Air

E as seguintes empresas low-cost:

  • WOW Air
  • Easyjet
  • Norwegian Air
  • Wizz Air

 

  • Entenda o conceito de Low Cost e quando vale a pena neste artigo.

 

 

Quanto custa a hospedagem na Islândia?

O valor da acomodação vai depender do nível de conforto e do tipo de acomodação.

  • Neste artigo você encontra sugestões de hotéis que eu mesma testei em 10 dias de viagem

Em Reykjavík, são inúmeras opções de hotéis, hostels e Airbnb. E ao sair da capital, além dessas opções, existem outras também menos convencionais: cabanas e guesthouses.

Esta enorme variedade de tipos de acomodação fará com que o preço oscile consideravelmente, e por isso você terá que escolher o que mais atenda às suas necessidades.

Hotel Klettur, onde me hospedei no primeiro e último dia de viagem.

 

Reykjavík Valor em coroa islandesa Valor aproximado em euro
Quarto compartilhado em hostel 4.100 – 5.900ISK €31-42
Quarto privado em hostel 19.000 – 25.000ISK €120-160
Hotel simples 23.000 – 32.000ISK €150- 230
Hotel 4 estrelas 26.000 – 43.000ISK €190-310
Hotel 5 estrelas 56.000 – 70.000ISK €400-500

 

Fora da capital (cidade de Akureyri) Valor em coroa islandesa Valor aproximado em euro
Quarto compartilhado em hostel 5.499 – 9.870ISK €39-70
Quarto privado em hostel 11.260 – 19.700ISK €80-140
Guesthouse 9.150 – 20.000ISK €65-149
Hotel simples 12.600 – 19.700ISK €80-140
Hotel 4 estrelas 16.190 – 26.752ISK €115-190

 

A quantidade de hotéis 5 estrelas ainda é bastante reduzida na Islândia, por isso a opção mais provável serão as hospedagens 3 e 4 estrelas, com preços entre 12.600ISK e 30.000 ISK (80-217).

A forma mais barata de todas é, sem dúvida, acampar. Afinal, não faltam espaço e paisagens maravilhosas. Porém, devido ao clima frio e ventos fortes, é aconselhado apenas para os viajantes que já possuem bastante experiência com acampar nessas condições.

Uma forma de resolver o problema de acomodação e transporte de uma única vez é alugar os famosos trailers, campers e motorhomes. Esta é uma forma muito popular de locomoção e hospedagem, por causa da flexibilidade de poder decidir os próprios horários e paradas.

Lembre-se: para alugar motorhome, é obrigatório ter no mínimo 23 (para automóvel comum, 20 anos). Importante também ter experiência com veículos grandes, pois as condições das estradas nem sempre são favoráveis.

Abaixo seguem alguns valores de referência para quem procura alugar uma camper ou motorhome, por dia:

Empresa Valor em coroa islandesa Valor aproximado em euro
Camper 2 passageiros GO Campers 13.000 – 17.000ISK 90 – 130 por dia
Camper 2 passageiros Happy Campers 14.500 – 26.000ISK 105- 190 por dia
Camper 2 passageiros Camp Easy 13.520 – 16.380ISK 95 – 115 por dia
Motorhome Motor Home Iceland 39.500 – 49.500ISK 280- 350 por dia

Obs: valores aproximados baseados em baixa e alta temporada.

 

 

Quanto custa o transporte na Islândia?

Se você não se sente confortável o suficiente para alugar um motorhome, como sugerimos acima, o jeito é alugar um carro convencional. diferentes tipos de veículos disponíveis: carros pequenos, jeep 4×4,  SUV e carros de luxo.

A maioria das locadoras estão situadas na capital, porém oferecem serviço de retirada e entrega dentro do aeroporto de Keflavik (40 min de distância da capital).

Para alugar um carro, é necessário ter no mínimo 20 anos e uma carteira de motorista válida pelo menos um ano. Na maioria das locadoras será necessário uma tradução juramentada ou PID, Permissão Internacional para Dirigir, que pode ser retirada em qualquer cartório. Por segurança, consulte o site ou mande um email para o lugar onde irá alugar seu carro.

Se você planeja uma viagem no estilo mochileiro, viajar de carona é algo surpreendente comum na Islândia. É uma forma bastante segura para conhecer pessoas e lugares sem comprometer muito o orçamento. Nesses casos é esperado apenas uma ajuda para a gasolina.

Dentro da cidade de Reykjavík você pode facilmente caminhar se estiver hospedado pelo centro, ou então usar o transporte público pelo custo de 440ISK a passagem.

O uso de táxi é desnecessário e pouco comum. A bandeira já começa com uma taxa de 600ISK e o valor corre rápido a cada minuto. Use apenas em distâncias curtas ou emergências.

Algumas referências de valores para aluguel de carro, usando o comparador de preços do Guide to Iceland:

Valor em coroa islandesa Valor aproximado em euro
Pequeno e barato 6.500 – 9.600ISK €46-68
4×4 jeep e SUV 7.000 – 15.500ISK €50-110
Carros de Luxo 14.000 – 50.000ISK €100-350

 

Transporte do Aeroporto à Reykjavík

A maioria das pessoas quando saem do aeroporto e já procuram o ponto de táxi mais próximo para ir direto para o hotel.

Fazer isso na Islândia é um grande erro, pois os táxis custam muito caro. Ao invés disso, retire seu carro com a locadora direto no aeroporto ou use o Flybus para ir até Reykjavík. O transfer custa apenas 2.500-3.000 ISK (€17 a 21).

 

 

Quanto custa comer na Islândia?

A culinária nórdica tem ganhado cada vez mais espaço no cenário gastronômico ao redor do mundo. Na Islândia, esse reconhecimento tem sido revelado por meio de inúmeros restaurantes de alta gastronomia e de fusão com outras culinárias internacionais.

No entanto, comer em restaurantes tem um custo alto. O preço médio de um prato em restaurante varia entre 900 e 1.600ISK para entradas, 2.000 e 4000ISK para os pratos principais e 1500 e 2000ISK para sobremesas.

Para as bebidas, a boa notícia é que você não precisará gastar comprando garrafas d’água. A água de torneira na Islândia é considerada uma das mais puras do mundo e pode ser tomada tranquilamente. Basta ter sempre uma garrafinha com você e encher nos restaurantes e lojas de conveniência.

Já os refrigerantes e cervejas custam entre 1000ISK e 2000ISK, e um cafézinho preto entre 400 e 600ISK.

Por isso, encare almoçar ou jantar fora como uma ocasião especial e planeje com antecedência alguns lugares que você queira experimentar, lembrando também de reservar pelo site ou telefone do restaurante.

Outro detalhe especial é que nem sempre pratos rápidos como wraps, kebab ou pizza são mais em conta. Na realidade, muitas vezes custam tanto quanto o prato de um restaurante. Uma pizza, por exemplo, pode chegar a 3.000ISK.

A forma mais econômica de comer na Islândia é cozinhar a própria comida ou comprar pratos prontos no supermercado. Os supermercados das redes Nettó, Bónus e Krónan são os mais baratos, enquanto os da rede 10-11 são os mais caros.

Durante uma viagem de carro, é comum fazer boa parte das compras em lojas de conveniência dos postos de gasolina. É a forma mais rápida de comprar o necessário, mas nem sempre a mais em conta. Um sanduíche custará entre 800 e 1000ISK e um refrigerante quase 400ISK.

 

 

Quanto custam os passeios na Islândia?

Ninguém cruza o oceano até a Islândia pra ficar estagnado em um hotel.

Bom, uma grande vantagem é que a maioria das atrações naturais são gratuitas, incluindo todas as cachoeiras, praias e parques nacionais. Algumas propriedades privadas, como por exemplo a cratera de Kerio ou as Montanhas de Vesthorn, cobram um valor baixo para manutenção, que pode ser entre 400 e 800ISK.


Por último, vêm as opções de passeios mais exclusivos, como passear de barco para avistar baleias, ver geleiras, entrar em um vulcão inativo ou fazer um passeio de helicóptero. Claro que esses passeios valem muito a pena, porém custam os olhos da cara.

Há centenas de escritórios que organizam passeios pela ilha, mas a maioria vende os tours online, o que torna mais fácil comprar e planejar tudo com antecedência, além de deixar garantido o passeio.

(Colocar o box de deals do Get Your Guide)

 

Custo da minha viagem de 10 dias pela Islândia

Categoria de viagem intermediária: hotéis bons e confortaveis, com café da manhã incluso, carro 4×4, apenas uma refeição completa por dia e 4 passeios.

  • Custo de cada diária de hotel (3 estrelas):  entre 20.000 e 30.000ISK (€150-220) para 2 pessoas com café da manhã
  • Aluguel de carro 4×4 para 10 dias: 117.720ISK (Com motorista extra, GPS e todos os seguros necessários)
  • Lanche na estrada: 3000ISK por casal (um sanduíche e uma bebida pra cada)
  • Jantar em restaurante:  média de 7.000 a 10.000ISK por casal, por dia.
  • Passeios:
    • Passeio de barco na lagoa glacial:  9800ISK por pessoa
    • Ice cave with jeep: 29.900ISK por pessoa
    • Passeio de barco para avistar baleias: 10.000ISK por pessoa
    • Visita dentro do vulcão: 42.000ISK por pessoa

 

Total: 701.720ISK = €5.000 (valor para o casal)

 

 

Planeje sua viagem com o MundoMio
Reserve seu hotel
Garanta seu seguro viagem
Alugue um carro
Garanta seu ingresso para atrações