Ao planejar uma viagem para a Europa, é quase irresistível não incluir mais de uma nação no roteiro. Afinal, os países são próximos uns dos outros e cheios de atrações tentadoras para quem já vai ter que cruzar o Oceano Atlântico. Nesse sentido, uma das melhores duplas é certamente Portugal e Espanha, com cidadezinhas charmosas que convidam a alugar um carro e colocar o pé na estrada.

Como a Península Ibérica não é tão pequena assim, quem tem poucos dias de férias à disposição vai ter que focar no Norte ou no Sul – escolha que, nós admitimos, não é nada fácil! Para te ajudar a visualizar o que cada região tem de melhor, elaboramos dois roteiros diferentes, que podem ser adaptados de acordo com os seus interesses e o tempo disponível. Ambos partem de Lisboa e chegam em Madrid: assim fica mais fácil você encaixar a viagem com os voos do Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Roteiro pelo norte de Portugal e Espanha: 15 dias


Lisboa – Mundo Mio

Lisboa (3 dias)

A sua viagem por Portugal e Espanha começa às margens do Rio Tejo, em Lisboa. A capital merece pelo menos dois dias dedicados apenas às suas atrações, mas você pode prolongar a estadia para fazer um passeio de bate-volta ao trio Estoril, Cascais e Sintra, a menos de uma hora de carro. As duas primeiras são elegantes cidades à beira-mar, enquanto a verdejante Sintra é famosa por abrigar o Palácio Nacional de Sintra e o Palácio Nacional da Pena.

Óbidos, Batalha e Fátima (1 dia)

Saindo bem cedo de Lisboa, é possível conhecer essas três cidades em um único dia. Comece pelo charmoso vilarejo murado de Óbidos, a apenas 85 quilômetros, e então siga para conhecer o Mosteiro da Batalha, uma construção gótica que levou incríveis 145 anos para ficar pronta.

Depois, não são nem 30 minutinhos para chegar em Fátima, um dos locais de peregrinação mais famosos do mundo.  A dica é conhecer a basílica da cidade e ir para Coimbra no final do dia, onde há mais opções de hospedagem.

 

Coimbra e Aveiro (1 dia)

No quinto dia do seu roteiro pelo norte de Portugal e Espanha, conheça a cidade de Coimbra antes de cair na estrada. A cidade é dona de uma das faculdades mais antigas do mundo e é um barato ver os seus alunos circulando por aí com uniformes que lembram muito os do Harry Potter! No meio do caminho para o Porto, faça uma paradinha estratégica em Aveiro para comer ovos moles, o doce típico de lá. Assim você enche a barriga e estica as pernas enquanto passeia pela cidadezinha, que é toda colorida e fica em frente a uma rede de canais.

 

 

Porto – Foto de Roya Ann Miller, via Unsplash.

Porto (3 dias)

O primeiro dia no Porto é para bater perna! Destrinche a cidade de cima a baixo antes de dedicar os dias seguintes ao Vale do Douro e ao Minho, onde são cultivadas as uvas dos vinhos mais famosos de Portugal.

Uma experiência imperdível é fazer o passeio de barco pelo Rio Douro, que corre bem ao lado das vinícolas, com paradas para degustar uma taça aqui e ali. No terceiro dia, explore as cidades de Braga e Guimarães, a menos de uma hora de deslocamento. A primeira é cheia de igrejas históricas e a segunda guarda um imponente castelo medieval.

 

Ponte de Lima (1 dia)

Chegou a hora de cruzar a fronteira para a Espanha! Saindo do Porto, são duas horas e meia para chegar em Santiago de Compostela, mas sugerimos que você faça uma paradinha em Ponte de Lima, nem que seja só para almoçar. Afinal, essa é a vila mais antiga de Portugal, dona de uma ponte dos tempos do Império Romano. Curta o restante do dia em Santiago de Compostela, capital da Galícia e local de chegada de peregrinos desde o século 9.

 

Santiago de Compostela (2 dias)

Depois que tiver conhecido as principais atrações de Santiago de Compostela, há duas boas opções de passeios de bate-volta. A primeira é La Coruña, apelidada de “cidade de cristal” por suas construções pintadas de branco com sacadas envidraçadas. A segunda é conhecer Pontevedra, Baiona e as chamadas Rías Baixas, braços de mar onde são cultivados mariscos.

 

 

Madrid – Foto de Braden Collum, via Unsplash

León e Burgos (1 dia)

Essa é a “pernada” mais longa da viagem, mas não desanime: o cansaço vai valer a pena! Para começar o dia, dirija por três horas e meia (330km) até León, onde você será obrigado a deixar o carro. A maior parte do centro da cidade é cercado por muros e, portanto, exclusivo para os pedestres. Visite a Catedral de León e  a Basílica de San Isidoro antes de continuar por mais duas horas (185km) até Burgos, dona de uma das maiores catedrais góticas da Espanha.

 

Madrid (3 dias)

Encerrando sua viagem por Portugal e Espanha, Madrid está a 2h30 de distância (250 km). A vibrante capital tem atrações de sobra para três dias antes de você pegar o seu voo de volta ao Brasil. Dispondo de mais tempo, é possível utilizar a capital como base para conhecer cidades próximas, como Toledo ou Segóvia.

 

 

 

 

 

 

 

 

Roteiro pelo norte de Portugal e Espanha: 16 dias


Lisboa (2 dias)

Se o seu desejo é conhecer o sul de Portugal e Espanha, comece a sua viagem com pelo menos dois dias em Lisboa. Por ali, muita coisa pode ser conhecida em passeios a pé, já que as principais atrações turísticas se concentram nos bairros de Belém, Alfama e Baixa.

 

Setúbal e Évora (1 dia)

Hora de colocar o pé na estrada rumo à península de Setúbal, que mistura praias, vinhedos e reservas naturais. Essa é uma parada estratégica antes de chegar a Évora, cem quilômetros adiante. Muito charmosa, a cidade é cercada por altos muros  que guardam um labirinto de ruas de pedra. Perca-se de propósito até encontrar a Catedral da Sé, a Capela dos Ossos, o Templo Romano e as Termas Romanas.

 

 

Algarve – Mundo Mio

Algarve (2 dias)

No seu quarto dia de viagem, você começará a explorar a famosa região do Algarve, no extremo sul de Portugal. No passado, o local foi invadido por fenícios, romanos, mouros e cristãos, hoje substituídos por turistas à procura de sol. A melhor base é a cidade de Faro, de onde é possível fazer passeios para belas praias. Não deixe de conhecer Sagres, frequentada por surfistas, Lagos, com uma sequência de grutas com águas tranquilas, Portimão, famosa pelas sardinhas, e Albufeira, onde se concentra o maior número de resorts de Portugal.

 

Sevilha (2 dias)

Sevilha abrirá a parte espanhola da sua viagem com chave de ouro! É aqui, a 200 quilômetros de Faro, que estão reunidos os elementos que compõem o estereótipo da Espanha: o flamenco, as touradas, as tapas… Você provavelmente vai querer ficar mais de um dia na cidade, que encanta os turistas com praças grandiosas, igrejas barrocas e construções com influência mourisca.

 

Rota dos Pueblos Blancos (2 dias)

Uma das principais atrações da Andaluzia são os chamados Pueblos Blancos, vilarejos construídos nas encostas das montanhas com casas mouras branquinhas. Eles começam a aparecer a partir da charmosíssima Jerez de La Frontera e vão sumindo ao se aproximar de Ronda, com casas penduradas na beira de um abismo. Como as paisagens são lindas de morrer, sugerimos que você se hospede em uma dessas duas cidades e faça o percurso com calma, em dois dias. Anota aí: são imperdíveis Arcos de La Frontera, Cádiz, Olvera e Setenil de Las Bodegas.

 

Málaga (1 dias)

Terra-natal de Pablo Picasso, Málaga fica a uma hora e meia de Ronda e combina os ares de cidade grande com uma localização privilegiada à beira-mar. Nos últimos anos, ela passou por um boom de renovação e ganhou museus modernos, lojas descoladas e alguns restaurantes gourmet.

 

Granada – Foto de Luca Dugaro, via Unsplash.

Granada (2 dias)

Já no final da sua viagem pelo sul de Portugal e Espanha, dirija por 1h30 (130 km) até Granada. O primeiro dia pode ser dedicado a conhecer a cidade e, principalmente, a sua Alhambra, mistura de palácio e fortaleza que representa o auge da arte islâmica. No dia seguinte, faça um passeio bate-volta até Córdoba, a pouco mais de duas horas de carro (208 km). A grande atração nesta cidade tipicamente mourisca é a sua mesquita, que foi convertida em catedral católica, mas ainda possui os característicos arcos em vermelho e branco.

 

Madrid (4 dias)

Um total de 420 quilômetros separam Granada de Madrid. Por isso, recomendamos que depois de três horas e meia de viagem você faça uma parada em Toledo. O lugar é exatamente o que nós imaginamos de uma cidade medieval: ela fica parcialmente cercada por um rio e, por isso, há pontes que levam até os portões de suas muralhas de pedra. Quando finalmente chegar à capital espanhola, reserve uns três dias para explorar suas muitas atrações antes de pegar o voo de volta para casa.

 

 

 

E aí, conseguiu decidir qual o seu roteiro favorito? Conta aqui nos comentários!