*Este artigo não foi patrocinado. Esta é apenas uma avaliação pessoal

Para vivenciar o melhor da capital portuguesa, a melhor opção é achar opções de hotéis no centro de lisboa.  O The Lift Hotel foi minha escolha por estar nessa localidade, apresentar boa aparência, ter boas avaliações na internet e um preço competitivo em relação aos hotéis na mesma região.

Esta é uma hospedaria 3 estrelas, simples e aconchegante, ideal para casais ou amigos que irão ficar poucos dias e querem depender o mínimo possível de transporte público. Continue lendo a avaliação completa.

Para saber como escolher um bom hotel, confira essas 7 dicas imperdíveis!

RESERVE O THE LIFT HOTEL AQUI ( A PARTIR DE €88)

Localização

O hotel está na melhor localização turística de Lisboa, entre a Baixa e o Rossio. A área é também conhecida como o verdadeiro centro histórico de Lisboa, região que foi devastada pelo famoso terremoto de 1755 e que foi reconstruída no final do século 18, com prédios não muito altos no estilo pombalino (nome em homenagem ao Marquês do Pombal)

O hotel é vizinho do Elevador Santa Justa, uma das grandes atrações da cidade e também da Praça do Comércio e do Rio Tejo (500m), do Castelo de São Jorge (1,2km), da Avenida da Liberdade (500m) – ótima para compras- e da Rua Augusta (150m), que é cheia de bons restaurantes e lojas.

Durante três dias, não foi necessário usar transporte público, pois todas as atrações (pontos amarelos no mapa) estavam a uma curta caminhada de distância do hotel (ponto roxo no mapa).

Check-in /Checkout

O horário de check-in é às 15h. Uma opção para quem chega cedo, é ter uma troca de roupa, deixar bagagem no hotel e sair para passear pelo bairro. Os próprios funcionários etiquetam e guardam as malas e te dão uma senha de segurança.

É cobrada uma taxa municipal de 1 euro por dia, por pessoa, que deve ser paga em dinheiro no momento do ckeck-in.

O horário do checkout, às 12h, é excelente para organizar a mala com calma pela manhã. O processo de checkout é rápido e fácil, apenas tendo que pagar a diferença dos produtos consumidos do minibar.

O quarto

Apesar da aparência antiga do edifício, a decoração interna é de um ambiente contemporâneo e bem cuidado. O prédio em si é estreito, com uma pequena recepção e corredores compactos. Há um elevador logo na recepção, de tamanho pequeno para quatro pessoas, ou no nosso caso, duas pessoas e duas malas.

O quarto que ficamos foi o QUARTO DUPLO SUPERIOR COM VISTA DA CIDADE, de 13m². Para duas pessoas, o tamanho está no limite, pois com a falta de guarda-roupas, tivemos que abrir as malas no chão, ocupando metade do espaço livre do quarto.

A decoração em cores sóbrias é bastante agradável e o colchão confortável, com roupas de cama de qualidade, quatro travesseiros, um edredom e uma coberta extra.

RESERVE O THE LIFT HOTEL AQUI ( A PARTIR DE €88)

      

A janela do quarto é bem ampla com ótima luminosidade durante o dia. As cortinas blecaute deixam um pouco a desejar na proteção da luz pela manhã. Para nós, que acordávamos cedo, não foi um problema, mas se você tiver dificuldade em dormir com claridade, possa ser um fator negativo.

O quarto em que me hospedei não havia ar-condicionado fixo de parede, apenas o móvel. Este, no verão, precisa estar ligado na maior parte do tempo e o barulho é um pouco incômodo. Mas se viajar em uma estação que não seja necessário o uso do ar, talvez não faça diferença.

Para quem viaja a negócios. falta uma mesa estilo escrivaninha para computador no quarto.

O banheiro é separado do quarto por uma parede de vidro e que, apesar de lembrar um áquario, não foi constrangedor em termos de privacidade. A faixa fosca no vidro cobre acima da altura do joelho e a acústica do quarto é boa, não ecoando o barulho do banheiro. O chuveiro é uma delícia, e a água tem bastante pressão. Como muitos hotéis europeus, há apenas meia parede de box de vidro, podendo molhar um pouco o chão do banheiro.

 

No kit de amenidades tem sabonete, xampu, condicionador e toca para cabelo. Todos os dias os produtos são repostos, assim como as toalhas de banho, de rosto e de chão.

A vista da janela dá de um lado para a Praça D. Pedro e, do outro, para o Rio Tejo, no horizonte.

Facilidades

O café da manhã está incluso e a sala de refeição está no primeiro andar, com uma linda decoração e janelas amplas com vista para a cidade. Há mesas grandes e pequenas, dependendo do tamanho do grupo de viagem, com bom espaçamento entre elas.

A mesa do buffet não é grande, porém com ótima variedade e produtos de boa qualidade. Entre as opções estão: pães variados, frios, mix de tomate com queijo de búfala e manjerição, compotas de frutas frescas, sucos naturais, duas opções de bolos, cheesecake, mufim, croissant, ovos, bacon, iogurte natural, diversos tipos de granola e leite. O café sempre era servido pela atendente na mesa.

Serviços

Tem wifi gratuito e de boa qualidade em todo o hotel, o que me permitiu trabalhar tranquilamente, postar fotos nas redes sociais e conversar no skype.

O hotel oferece um translado Aeroporto/Hotel que custa 25 euros. Fiz o pedido na chegada a Lisboa, porém como meu voo atrasou, o motorista do transfer não estava mais lá quando cheguei. De acordo com o hotel, há um limite de 45 minutos de espera. Acabamos pegando um táxi logo na saída do aeroporto, super fácil. A fila de espera demorou 5 minutos e custou apenas 20 euros.

Alguns passeios podem ser reservados de última hora no hotel, como o dia em Sintra, e comprar bilhete para os ônibus Hop On Hop Off.

A limpeza do cômodo foi bem feita todos os dias, com troca de lixo e aspirador. Ponto negativo para o carpete dos quartos, pois Lisboa é uma cidade com muita poeira, e dava a impressão de não ser muito higiênico.

Um diferencial interessante desse hotel é o HANDY, um aparelho de telefone que fica à disposição do hóspede durante o período de estadia. Esse aparelho pode ser levado com você para todos os lugares e nele há guias, mapas, informações da cidade e ainda é possível fazer ligações internacionais, até para o Brasil.

Equipe e atendimento

Todos os funcionários do hotel durante meu período de hospedagem eram portugueses ou brasileiros, não havendo nenhum problema de comunicação. No entanto, a equipe é multilíngue e facilmente trocavam de português para inglês quando tinham que conversar com a minha colega russa.

Razões para se hospedar

  • Como um ponto super positivo desse hotel, eu diria que as fotos disponíveis no site do booking.com representam muito bem a realidade.
  • A localização do hotel não teria como ser melhor, e de fato, foi a maior vantagem da hospedagem.
  • Equipe extremamente simpática e solicita sempre que precisamos, além de engajada em indicar bons restaurantes e experiências pela cidade.
  • O café da manhã também tem o necessário para uma ótima refeição, em um ambiente calmo e aconchegante.

O que poderia melhorar

Algumas coisas poderiam melhorar:

  • Flexibilidade de check-in
  • Guarda-roupa ou maior espaço para malas
  • Cortinas blecaute com maior obstrução da luz
  • Não há estacionamento

RESERVE O THE LIFT HOTEL 


Alternativas de Hotel na mesma Localidade: 

The 7 Hotel (a partir de  ‎€65)

Também localizado no bairro da Baixa, região central de Lisboa, o The 7 tem como ponto forte os quartos confortáveis e a qualidade do wifi gratuíto. No entorno do hotel, há infinitas opções de restaurantes, bares, monumentos e fácil acesso a transporte público. Este hotel tem ótimo custo benefício.

 

 

 

 

 

Lisboa Downtown Inn  (A partir de  ‎€80)

Há apenas 350m da praça do comércio, o Lisboa Downtown Inn tem uma localização privilegiada, avaliada por seus hóspedes com nota 9,5. Pra quem gosta de vida urbana, este hotel está próximo de todas as grandes atrações da cidade, como o Castelo de São Jorge, Rio Tejo, Alfama, Cais do Sodré, Estação do Róssio e outros. Além disso, a Dona Vanda, proprietária do hotel, faz questão que seus hóspedes tenham uma excelente experiência de hospedaria.

 

 

 

 

Browns Central Hotel ( a partir de  ‎€143)

Pra quem prioriza uma boa noite de sono e um belo café da manhã ao acordar. Além disso, o hotel tem uma decoração especial, com quartos em estilo vintage e diversos aparatos tecnológicos. Para quem procura praticidade, há frigobar em todos os quartos, além de restaurante e bar. Um diferencial é ter elevador, aquecedor no inverno, quartos com acessibilidade para cadeirantes e oferecer dezenas de serviços e atividades para os hóspedes.